O Último Herdeiro Da Luz

111

Autor: Rafael | Revisor: Rodrigues

Seis horas se passaram desde quando Zao Tian foi levado por Gold para o deserto. Zao Tian continuava preso na sua própria loucura, mudando    de expressão e humor a cada minuto.

Zao Tian escutava as vozes dos milhares de inocentes que ele tinha matado, ecoando na sua mente e chamando-o de monstro. As vozes não eram reais, mas no estado mental em que Zao Tian estava, ele já não distinguia o que era a realidade ou o que era um fruto da sua mente.

“Ei… Ratinho… Nós finalmente nos encontramos!” De repente, Zao Tian ouviu duas vozes e quando ele olhou para trás, ele viu as figuras dos gêmeos, Gu Lin e Gu Liu. Aqueles que ele tinha matado, antes de se encontrar com Gold.

Zao Tian olhou assustado para os dois, mas após um breve momento de espanto, Zao Tian agarrou a ‘Bloody Mary’ e a partiu para cima dos dois…

“Vocês… Estão mortos!” Zao Tian gritou enquanto usava a ‘Bloody Mary’ para cortar os dois com um só golpe.

*Vuuuup…* A ‘Bloody Mary’ cortou Gu Lin e Gu Liu, mas não houve nenhum som de carne sendo cortada. Somente o som do ar sendo cortado pôde ser ouvido.

“Você tem razão, nós estamos mortos! Foi você quem nos matou e você vai ter que conviver com isso!” Enquanto as imagens de Gu Lin e Gu Liu, ficavam etéreas e sumiam, os dois cochicharam para Zao Tian.

“Você… Você matou os meus filhos!” Assim que Gu Liu e Gu Lin desapareceram, Zao Tian escutou a voz de Gu Wei, vindo de trás dele.

“Foram vocês que tentaram me matar primeiro!” Zao Tian gritou para Gu Wei.

“Você quer dizer que a sua justiça… É melhor do que a minha?” Gu Wei respondeu.

“Desde quando você sabe o que é justiça? Os seus filhos me atacaram sem eu ter feito nada a eles!” Aos berros, Zao Tian respondeu.

“Humph. Se você acredita tanto em justiça… Você deveria ter morrido quando o demônio apareceu! Você matou os meus filhos… Você não acha que eu é quem deveria exigir justiça?” Gu Wei gritou.

“Cale a sua boca! Você está morto e mesmo se estivesse vivo agora… Eu sou mais forte do que você!” Zao Tian gritou, antes de ativar o ‘Corpo Supremo Do Rei’ e socar Gu Wei.

Novamente, Zao Tian acertou apenas o ar e enquanto a imagem de Gu Wei ficava etérea, Gu Wei falou: “Todos acreditam em alguma coisa! O que te faz pensar que a sua crença é melhor do que as outras?”

“Eu estou vivo… E você está morto! Por isso a minha crença é melhor do que a sua!” Zao Tian respondeu com um olhar furioso.

“Você está confundindo força com crença!” Gu Wei falou, antes de desaparecer completamente.

De repente, Zao Tian escutou um grande número de pessoas, falando em coro: “Você… Você não vê que as consequências dos seus atos, já afetaram muitas pessoas?”

Zao Tian se virou e viu que uma multidão de jovens estava na frente dele…

“Vocês… Não fui eu quem matou vocês!” Zao Tian olhou com pesar e falou, depois que reconheceu as imagens dos discípulos que morreram no Departamento De Punição.

“Não diretamente, mas foi você que começou tudo!” Um jovem respondeu.

Logo após o jovem falar, outro jovem deu um passo à frente e falou: “A chegada do Exército Imperial no Departamento De Punição foi por sua culpa! Quando você liberou o selo do Rei Esmeralda… Você também liberou o selo de uma fenda dimensional!”

“O Exército Imperial estava pronto para partir, sem nos massacrar, mas… Naquele exato momento… Você conseguiu tocar a energia espiritual do universo!”

Assim que o jovem terminou de falar, Zao Tian arregalou os olhos, antes que outro jovem desse um passo à frente e começasse a falar: “O Imperador Yang Hao percebeu que alguém tinha feito a ‘Ascensão’ naquele lugar… E ordenou o massacre! Nós… Somos as consequências das suas ações!”

Assim que o jovem terminou de falar, todas as imagens ficaram etéreas e desapareceram.

*Poof.* Zao Tian caiu de joelhos no chão e começou a olhar para as suas mãos enquanto começava a chorar.

“E eu… Por que você me matou?” Enquanto Zao Tian chorava pensando naqueles que morreram no Departamento De Punição, Zen Bai, o primeiro adversário de Zao Tian no ‘Torneio De Classificação Da Lua Abrasante’, apareceu atrás dele e perguntou.

Zao Tian olhou para Zen Bai enquanto mudava de expressão, apontava o dedo para ele, e respondia furiosamente: “Você… Você era arrogante! Você tentou me humilhar e me matar!”

“Novamente… A sua, ‘justiça’, falou mais alto do que as outras!” Zen Bai respondeu.

“Vai se foder! Você queria me matar! O que você quer que eu faça?” Transtornado, Zao Tian berrou.

“Humph. Retire a máscara que camufla as suas verdadeiras intenções! Você engana a si mesmo, dizendo que tudo o que fez foi por justiça e pelo bem da sua família… Mas você sabe que fez muitas coisas, visando apenas o benefício próprio e a satisfação pessoal!” Zen Bai respondeu.

“Quem é você, para me julgar?” Zao Tian gritou.

“Humph. Você me matou, mesmo depois de ter vencido a luta… Sou eu quem te pergunta… Quem era você, para julgar?” Zen Bai respondeu.

“Eu estava furioso! Eu odiava todos que não eram os meus amigos e a minha família!” Zao Tian berrou enquanto demonstrava um certo arrependimento.

“Hahahahahahaha… Desde sempre, você agiu por ódio! Então, por que você está assim agora? Matar os inocentes daquela cidade, é diferente dos outros que você matou?” Zen Bai perguntou.

“É claro que sim! Você morreu lutando… Eles… Não tiveram a chance!” Zao Tian respondeu.

“De novo… Você está se enganando! Eu morri em uma luta perdida! A minha morte não tem nada de diferente das mortes deles!” Zen Bai respondeu.

Assim que a voz de Zen Bai caiu, a imagem dele desapareceu, dando lugar a outra pessoa…

“Já que hoje… É o dia de reunir as suas vítimas, porque você não me encara?” Lin Bei apareceu e falou com Zao Tian.

Assim que Lin Bei terminou de falar, Zao Tian ficou completamente indiferente e encarou Lin Bei enquanto falava: “Você não é digno de me encarar! Você e a sua família mereceram as suas mortes e os seus destinos! No que diz respeito a vocês… Eu não tenho nenhum arrependimento! Se fosse preciso… Eu repetiria tudo o que fiz com vocês, milhões de vezes!”

Lin Bei não falou nada, ele ficou calado enquanto desaparecia.

Após Lin Bei desaparecer, Zao Tian teve uma trégua e nenhuma outra imagem apareceu.

Zao Tian refletiu sobre as palavras de todos aqueles que apareceram para ele. O remorso acompanhou a imagem de alguns, porém, outros não causavam nenhuma ondulação no humor de Zao Tian.

O remorso era um sentimento forte, que fez com que Zao Tian repensasse o seu passado…

“Eu sempre me escondi atrás dessa máscara de bom moço! Eu tentei me enganar, quando na verdade… Eu sempre fui esse monstro!” Zao Tian murmurou, assumindo que era um monstro egoísta e cruel.

“Monstro? Você acredita nisso?” De repente, Zao Rei apareceu atrás de Zao Tian e falou.

“Irmão mais velho… Eu cometi muitos erros!” Zao Tian se virou e respondeu.

“Todos cometem erros! Os seus erros… Definem quem você é?” Zao Rei afirmou e perguntou.

“Eu não posso fugir deles! Os meus erros… São frutos da minha personalidade!” Zao Tian respondeu.

Assim que a voz de Zao Tian caiu, Zao Rei balançou a cabeça em discordância e desapareceu.

“Os seus erros… São frutos do seu passado! Conviva com eles e molde o seu futuro!” Agora, a voz de Gu Ren surgiu.

“O meu passado… Não pode ser mudado! Os meus erros me seguirão no futuro!” Zao Tian respondeu enquanto olhava para Gu Ren.

“Tolo… Você lembra de quando me viu pela primeira vez? Você me odiou assim que colocou os olhos em mim, pois você já odiava a minha família! Me diga… Quando a gente se encontrou na ‘Floresta Sombria’ e você me ajudou… O seu passado já tinha determinado o seu futuro?” Gu Ren perguntou.

“O que você quer dizer com isso?” Em vez de responder, Zao Tian perguntou.

“Escolhas… Todos temos escolhas! Na nossa primeira conversa, eu te soquei e queria te espancar, mas por que você não reagiu?” A voz de Ming Xiao surgiu, junto com a imagem dele.

“Eu mereci! Eu coloquei o seu grupo em perigo e mereci aqueles socos!” Zao Tian olhou para Ming Xiao e respondeu.

“Exato, você fez uma escolha! Você escolheu assumir a culpa dos seus erros e escolheu ajudar a minha família!” Ming Xiao respondeu.

“Eu não entendo… O que vocês querem que eu faça? Vocês querem que eu assuma, ou querem que esqueça do meu passado?” Zao Tian perguntou.

Assim que a voz de Zao Tian caiu, Zao Xin apareceu e falou: “Nenhuma das duas respostas seria a correta! Filho, me responda… Você aprendeu algo com seus erros?”

“Pai… Sim…” Zao Tian olhou para Zao Xin e respondeu.

“Os seus erros, devem ser esquecidos, junto com os aprendizados que eles te proporcionaram?” Zao Xin perguntou.

“Não, eu não posso me esquecer de tudo!” Zao Tian respondeu.

“E a sua culpa… É saudável viver com esse fardo?” Zao Xin perguntou.

“Pai… Eu não sei o que fazer…” Zao Tian respondeu enquanto ficava ainda mais confuso.

“Filho… Hoje, você tem muito sangue nas mãos! Suprima a sua culpa e use apenas as partes do seu passado, que você precisar, no momento que precisar!” Zao Xin respondeu.

*Poof.* Novamente, Zao Tian caiu de joelhos no chão.

“Por que as coisas não ficam claras? Por que eu não consigo entendê-los completamente?” Zao Tian gritou.

“Júnior… Você ainda não entendeu?” Ye Zuo apareceu ao lado de Zao Tian e perguntou.

Antes que Zao Tian respondesse qualquer coisa, a imagem de Gold surgiu e falou: “Moleque… Nada disso é real! Esse é o seu momento de reflexão! Você não entende as respostas deles… Porque você não entende os seus próprios pensamentos!”

“Gold… O que eu não entendo… É porque você me forçou a matar todas aquelas pessoas…” Ainda ajoelhado, Zao Tian falou.

“Moleque…Eu não te forcei a nada, foi você quem fez a escolha! Também, foi você quem me pediu para te treinar para alcançar a perfeição! Eu nunca planejei isso para você! Você acha que eu estou feliz com esse treinamento?” Gold respondeu e perguntou.

Zao Tian permaneceu calado, pois no final das contas, Gold somente lhe disse o caminho e lhe deu um alvo, mas foi o próprio Zao Tian quem puxou o gatilho.

“Eu… Elevei o meu egoísmo para aumentar a minha força! Eu tenho alguma chance de redenção?” Zao Tian murmurou.

“É claro que tem!” Enquanto Zao Tian permanecia de joelhos, eles sentiu uma mão carinhosa no seu ombro e uma voz doce e salvadora nos seus ouvidos.

“Xue…” Zao Tian jogou a sua cabeça para trás e viu que Ming Xue estava de pé, atrás dele.

“Marido… Me responda… Por que você almeja o poder?” Ming Xue perguntou.

Zao Tian suspirou, antes de responder: “No começo… Eu só queria proteger vocês, mas após ver o que Raijin fez com esse continente… Eu preciso de poder para impedir que os Deuses continuem nos tratando como gados!”

“Você acredita veementemente… Que é capaz de fazer isso?” Ming Xue perguntou.

“Sim, eu acredito que posso fazer isso! Também… Eu preciso fazer isso!” Zao Tian respondeu.

Assim que a voz de Zao Tian caiu, Ming Xue deu um sorriso gentil e acariciou o rosto dele enquanto falava…

“Você matou milhares, mas quer salvar bilhões! Você embarcou em uma guerra e as guerras exigem sacrifícios! Se você quer aprender a conviver com a culpa… Certifique-se de que os sacrifícios que surgirão no caminho, não sejam em vão!”

Assim que a voz de Ming Xue caiu, Zao Tian falou: “Xue… Eu te trai…”

“Mais uma autopunição… Se você quer se redimir… Fique forte e me salve!” Ming Xue respondeu enquanto se abaixava e dava um beijo na testa de Zao Tian.

Assim que deu um beijo em Zao Tian, Ming Xue desapareceu lentamente, deixando Zao Tian sozinho.

Zao Tian ficou olhando para a direção onde Ming Xue estava, por algum tempo. Depois levantou a sua cabeça; Se sentou no chão, cruzando as pernas; Fechou os olhos e começou a meditar.

“Moleque… Isso é tudo o que eu posso fazer para te ajudar! Agora só depende de você!” Gold murmurou.

Gold não foi o responsável por nenhuma das vozes que conversavam com Zao Tian, mas todas as imagens que apareceram na frente de Zao Tian, foram criadas por Gold, com o intuito de ajudar Zao Tian.

Quase dois dias já tinham se passado e Zao Tian ainda estava meditando. As Veias Espirituais de Zao Tian já estavam pulsando, indicando que o corpo dele estava pronto para avançar de reino.

O corpo de Zao Tian estava pronto para avançar, mas a mente dele ainda não estava pronta. Dessa forma, Zao Tian continuou meditando.

Mais dois dias se passaram e finalmente… Zao Tian abriu os olhos…

“Moleque… Você terminou a sua meditação?” Gold perguntou.

Zao Tian não proferiu nenhuma palavra, ele somente concordou com a cabeça.

“Agora… É a hora derradeira! Eu te farei uma pergunta e dependendo da sua resposta… Eu saberei se você está ou não está pronto para avançar!” Gold falou, antes de continuar…

“Não fique pensando e responda com o seu coração… Quem é você?”

Assim que a voz de Gold caiu, Zao Tian respondeu, sem nenhuma hesitação: “Eu sou o que eu preciso ser! Eu tenho forças e fraquezas! Eu tenho glórias e arrependimentos! Eu tenho culpas e indiferenças! Eu amo e odeio com a mesma intensidade! Eu sou egoísta e altruísta! Bondade ou maldade… Tudo se equilibra dentro de mim!”

Zao Tian disse cada palavra com uma convicção absurda. Isso fez com que Gold sorrisse e respondesse…

“Você está pronto! A sua alma é perfeita!”